BOA POSTURA COMBATE DOENÇAS DO TRABALHO

 

Adaptação do meio às atividade e dez minutos de exercícios aliviam os sintomas. As doenças do trabalho escolhem todos aqueles que adotam posturas incorretas para passar a maior parte do expediente. Elas não são exigentes com idade ou sexo, mas ficam de olho nos adeptos do computador, da cadeira mal posicionada, nos trabalhadores que carregam pesos excessivos e, principalmente, naqueles que ficam horas realizando o mesmo movimento.

 

Programas específicos começam a ser adotados por empresa para garantir a saúde do empregado e, conseqüentemente, a produtividade. Um deles á a Ergonomia, um conjunto de ações que envolvem o homem e o meio em que trabalha, para que possa obter conforto, segurança e eficiência. Somado ao plano de atitudes, entra a ginástica laboral e exercícios aplicados aos funcionários durante dez minutos, com finalidade terapêutica, prevenindo lesões e melhorando o bem-estar.

 

Nas grandes cidades, a medida já faz parte do planejamento empresarial. No interior, a idéia está ganhando força agora, através da adoção da ergonomia e ginástica laboral.  Qualquer segmento pode adotar esses métodos porque os vícios de posturas são notados em todas as áreas.  Uma vez detectado o problema procura-se minimizar as conseqüências dessas posturas incorretas. O primeiro passo é verificar as condições de trabalho. Depois são apontadas as adaptações necessárias como mudança de cadeira, substituição de uma mesa, distância de uma máquina em relação ao corpo, entre outros pontos.

Muitas empresas temem ter de trocar boa parte da mobília para se adaptar, mas essa preocupação enquadra-se mais como um mito, uma vez que é um trabalho gradativo e de adaptações simples, como apoio para os pés, troca de mesa entre dois funcionários, ou mesmo uma para de dois ou três minutos para movimentar o corpo.

 

CASOS COMUNS

Em escritórios, locais onde os funcionários ficam muito tempo sentados e mexendo em computadores, o ideal é a ginástica laboral para exercitar o corpo, além de alguns cuidados relacionados à altura da cadeira, da mesa, um apoio par aos pés e a distância do computador de 40 a 60 cm do rosto. A observação dos ombros e punhos para evitar que sejam forçados, é uma maneira de evitar doenças ocupacionais como a LER.

 

DICAS SOBRE POSTURA

 

  • Nunca pegar um peso no chão sem flexionar os joelhos.

  • Ao conduzir uma carriola flexione os joelhos e não a coluna

  • Nunca virar o tronco abruptamente, os pés devem acompanhar o movimento do corpo

  • Não fique sentado durante horas seguidas; levante durante cinco minutos, caminhe, alongue os braços e pernas e volte ao trabalho

  • Coloque um apoio nos pés que possibilite mantê-los em um ângulo aproximado de 90 graus.

  • Regule o encosto e o assento da cadeira de acordo com sua altura

  • Evite apoiar os pés nas rodinhas da cadeira.

  • Ao escrever no computador, mantenha o cotovelo na mesma altura da mesa

  • Coloque o monitor do computador a uma distância de 40 a 60 cm do rosto.

  • Para digitar utilize apoios para o punho e o cotovelo, assim alivia o ombro

  • Quem fica longo tempo em pé, deve evitar ficar apoiado em uma só perna.    

DOENÇAS LIGADAS AO TRABALHO

 

  • Tendinite: inflamação dos tendões.

  • Tendossinovite: inflamação do tecido que reveste os tendões

  • Epicondilite: inflamação das estruturas do cotovelo

  • Bursite: inflamação das bursas (pequenas bolsas que estão entre os ossos e os tendões) que se localizam nas mais diferentes articulações

  • Miosites: inflamação dos músculos

  • Síndrome do túnel do carpo: compressão do nervo mediano ao nível do punho.

  • Síndrome cervicobraquial: compressão dos nervos da coluna cervical

  • Síndrome do desfiladeiro torácico; compressão do plexo (nervos e vasos).

  • Síndrome do ombro doloroso: compressão de nervos e vasos na região dos ombros.

BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA

Pulmões

Melhora a capacidade pulmonar

Barriga

Combate a flacidez

Pernas

Diminuem edemas, varizes e risco de trombose

Melhora o retorno venoso

Músculos

Fortalece a massa muscular

Aumenta a flexibilidade

Cérebro

Proporciona sensação de bem-estar

Melhora a auto-estima

Reduz sintomas depressivos

Diminui a síndrome de fadiga crônica

Melhora a concentração

Coração

Melhora o funcionamento

Aumenta a resistência ao estresse

Reduz patologias cardíacas (infarto, angina)

Pâncreas

Melhora a ação de insulina

Vasos sanguíneos

Melhora a circulação

Ossos

Reduz o risco de osteoporose

Reduz risco de fraturas

Aumenta massa óssea

 

 

 

Home
Sindicato às Ordens
Histórico
Base Territorial
Diretoria
Convênios
Convenções Coletivas
Piso Varejista
Info O Comerciário
Galeria de Fotos
Mural
Dia do Comerciário
Feriados Nacionais
Ginásio Poliesportivo
Barraca de Praia
Salão de Beleza
Videoteca
Kit Bebê
Fale Conosco
Associe-se Já
Homologacões